6 maneiras de fazer a mesma coisa, o que é considerado boas práticas?

As vezes tem tantas maneiras diferentes de fazer o mesmo código que nós ficamos na dúvida quanto a qual maneira usar. O que seria considerado "boa prática" pela comunidade e o que sua equipe entenderia melhor. Suponhamos que você esteja trabalhando dentro de um método de um Domain Service chamado UmDomainServiceChique(objetoDoDominio) que será chamado por uma API.Você tem uma regra de negócio chique para ser verificada que por enquanto chamarei de VerificaMinhaRegraChiqueComplexa().Você chama UmDomainServiceChique(objetoDoDominio) e caso VerificaMinhaRegraChiqueComplexa() retorne true você vai querer que UmDomainServiceChique faça o que tem que fazer e a api retornar Ok 200, caso contrário você quer que a API responda um erro qualquer, tipo BadRequest, e retornar uma mensagem dizendo que VerificaMinhaRegraChiqueComplexa deu ruim. Eu vejo 6 maneiras de fazer isso, gostaria de saber a opinião de outrs devs sobre qual seria a maneira menos gambiarrística de fazer:1) se Ver…

Vida de Programador ... Estranho

Cara, hoje eu sou programador, mas já trabalhei 2 anos com suporte e daí eu tirei as histórias mais hilárias da minha carreira. (e perdi 70% dos meus cabelos também).

Mas você pensa que o único problema do pessoal do suporte são os usuários? Nada, os programadores são boa parte do problema. No blog Vida de Suporte me identifiquei muito com o personagem Mauro que fala .... estranho. Eu falo igualzinho quando dá algum problema.

A explicação é simples: se o programador desenvolve sem uma metodologia fixa (vamos desconsiderar aqui as pressões por preço e prazo) ele testa a aplicação num universo ou contexto familiar a ele.

Quando ocorre algum problema ou é descoberto um bug, ou a maneira de reproduzir o bug é desconhecida do universo de testes do programador ou ele até já esqueceu que funcionalidade é esta que ele construiu, o que ela fazia, para que servia e como usá-la.

Ele só sabe que não era para dar erro. Se der é no mínimo ..... estranho. Agora vai saber (ou imaginar) por que ocorreu o erro e se o problema não é inconsistência dos dados legados, portados, repetidos ou "mal-inseridos".





Tem também o estressado Gerson, um programador Delphi que bota medo até em gerente.


Bom pessoal, as tirinhas do André Farias são muito legais, vale a pena ler.

Comentários

  1. Muito bom! Eu trabalho com eletrônica, mas as situações são bem similares. Sabia que dois anos trabalhando com suporte já te asseguram um lugar na beiradinha do céu?

    ResponderExcluir
  2. Pois é kkkkk mas mesmo sendo programador eu continuo dando suporte, e agora ministrando treinamentos (o.0) e não é ético caçoar dos "treinandos" .... ou é? ... Acho que já dá pra ter um condomínio no Céu ...

    ResponderExcluir
  3. Muito boas mesmo, as tiras do André Farias!

    ResponderExcluir
  4. Bacana!!
    Há quase 10 anos que faço isso e nunca tinha percebido que não era o único.
    hahahahahaha!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Detectar o encoding de um arquivo para não corromper ao transformá-lo

erro "ora-12154: tns: não foi possível resolver o identificador de conexão especificado"

Factory Reset do Samsung Galaxy S