O santo graal da memória não volátil parte 2

Estávamos a semana passada a parolar sobre minhas desventuras tentando enviar uma declaração retificadora do meu IR. Eu juro que nunca mais cometerei um erro.

Hoje voltei eu lá, na receita federal do Tatuapé, próximo à praça Silvio Romero, quando minhas desventuras recomeçaram, logo no pré atendimento.

Não sei porque, todos esses atendentes me parecem iguais, e me parecem NPC's, iguais a enfermeira Joy por exemplo: estão em todos os lugares, são todas iguais e respondem com menos palavras que uma URA.







Seria bom se fosse apenas bazófia / prosápia / paparrotada .... pena que não é. Nenhuma delas. É putaria mesmo.

Senhora Dilma, pode ficar com os R$600,00 da minha restituição, espero que seja útil para algum hospital, escola ou creche que estiver precisando.

Enfim, terei que, além de desinstalar todos os virus er programas da receita federal e instalar novamente, não posso aproveitar ou importar o meu arquivo de declaração (.dec), pois ele pode estar, como disse o NPC, com algum "vício". Terei que refazê-lo do zero.

Boa sorte pra mim.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Detectar o encoding de um arquivo para não corromper ao transformá-lo

erro "ora-12154: tns: não foi possível resolver o identificador de conexão especificado"

Quebras de linha no Delphi 2010