6 maneiras de fazer a mesma coisa, o que é considerado boas práticas?

As vezes tem tantas maneiras diferentes de fazer o mesmo código que nós ficamos na dúvida quanto a qual maneira usar. O que seria considerado "boa prática" pela comunidade e o que sua equipe entenderia melhor. Suponhamos que você esteja trabalhando dentro de um método de um Domain Service chamado UmDomainServiceChique(objetoDoDominio) que será chamado por uma API.Você tem uma regra de negócio chique para ser verificada que por enquanto chamarei de VerificaMinhaRegraChiqueComplexa().Você chama UmDomainServiceChique(objetoDoDominio) e caso VerificaMinhaRegraChiqueComplexa() retorne true você vai querer que UmDomainServiceChique faça o que tem que fazer e a api retornar Ok 200, caso contrário você quer que a API responda um erro qualquer, tipo BadRequest, e retornar uma mensagem dizendo que VerificaMinhaRegraChiqueComplexa deu ruim. Eu vejo 6 maneiras de fazer isso, gostaria de saber a opinião de outrs devs sobre qual seria a maneira menos gambiarrística de fazer:1) se Ver…

Artigo sobre interfaces na Clube Delphi 112

Puxa vida! faz tempo que eu não posto nada nos meus blogs! Novembro inteiro sem postar, que feio!



É tanto projeto, tanto compromisso que o tempo fica bem curto mesmo. Além disso ferramentas como facebook e twitter são maravilhosas para integração de pessoas e informações,
para se fazer jabá e para se manter atualizado. Mas são um terror para a produtividade. Nos tomam muito tempo e causam muita distração.
Imagina quem tem déficit de atenção então, é ainda pior.



Também são tantas as novas tecnologias que surgem a cada dia que é impossível acompanhar o mercado ou o progresso da informática. É impossível até se manter informado sobre
as mudanças. Quando eu estava planejando estudar Java caiu o C# de pára-quedas na minha vida. Quando planejei estudar Ruby atacaram o PHP no meu colo, quando estava ficando
razoável em POO apareceu essa tal de programação funcional, a nova febre do momento. Fora as novas tecnologias do google, como o app engine, que são muito atraentes.



Com certeza tive que adiar meus estudos e projetos, e estão todos parados, ou andando beeem devagar de mãos dadas, numa série de threads que compartilham 1/100 do tempo para cada um.
Bem dizia o meu pai que quem quer fazer tudo acaba não fazendo nada.

É tanta tecnologia que qualquer um ficaria louco, eu já fiquei. Mas sabe de uma coisa? Eu AMO isso.



Mas eu ainda consegui tirar um tempinho para meus projetos pessoais e para escrever artigos e talz. Principalmente sobre Delphi, que é a minha linguagem materna.



Quem lembra dos meus posts sobre interfaces?

Pois é, fazendo um jabá aqui, esse artigo, que eu também postei no meu space na devmedia, é complementar
a um artigo meu que foi publicado na Revista Clube Delphi 112.



É o meu primeiro (de muitos, espero) artigo publicado numa revista e eu estou muito feliz \o/ \o/ por isso. Mas eu não poderia deixar de agradecer várias pessoas que me apoiaram e/ou tiveram
a paciência de me ensinar.

Em especial gostaria de agradecer ao meu amigo Marcos Barreto, o cara do Infra que, há muito tempo atrás e talvez ele nem se lembre, desperdiçou pelo menos umas três horas da vida dele para me ensinar sobre interfaces,
a base do conhecimento que me ajudou e motivou a compartilhar com vocês esses artigos.



Por falar nisso, esse fim de semana estarei testando algumas funcionalidades do google wave e sua integração com blogs. Talvez eu inicie uma conversa pública sobre Delphi no meu blog. É só aguardar.


Por falar nisso, quem precisa de convites para o Google Wave? Me contate e eu mando.



Espero que tenha sido útil, agradável e didático, não importa a linguagem em que você programa.

Sucesso!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Detectar o encoding de um arquivo para não corromper ao transformá-lo

erro "ora-12154: tns: não foi possível resolver o identificador de conexão especificado"

Factory Reset do Samsung Galaxy S